Antes de saires de casa presta atenção

sábado, 31 de dezembro de 2011

Bom ano de 2012

Os Dualidades desejam a todos os visitantes um excelente ano de 2012. Que seja, em tudo, melhor que 2011.



Dualidades NP & JP

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Adeus 2011...que venha 2012!!!!

Voltámos à contagem decrescente…

Na memória temos ainda presentes as imagens da chegada de 2011, as pessoas, as celebrações e 365 dias passaram sobre nós, deixando as suas marcas e moldando-nos a personalidade.

Muito se falou de crise, chegou a troika, saiu José Sócrates e entrou Pedro Passos Coelho, mas os bolsos dos portugueses continuaram na senda do esvaziamento. Ficamos sem parte do subsídio de natal, os impostos subiram e vão subir mais, alguns perderam o emprego e passaram a incorporar a já gorda estatística…

Acho que hoje somos menos consumista, a situação económica obrigou-nos a isso, mas acredito que, da pior forma, encontraremos a essência que são as pessoas e os laços que nos unem a elas. Este Natal foi mais pobre em prendas, mas rico em afectos.

No ano que agora termina fizemos opções, escolhemos caminhos, abraçamos projectos, envidamos esforços e atingimos objectivos…alguns corresponderam ao expectável, outros nem por isso, mas vivemos e aprendemos com cada passo, com cada erro, crescendo e querendo fazer diferente em próximas oportunidades, melhor. É este o processo da evolução humana que a vida nos ensina apesar de nem sempre nos apercebermos da sua passagem.

As doze folhas do calendário caíram, uma atrás da outra, e mudaram o mundo, fizeram cair ditadores, mudar regimes, morrer inocentes, mas a esperança renasce a cada nascimento e a humanidade atingiu os sete mil milhões de habitantes.

2012 está a chegar e trará consigo mais “aperto de cinto” e dificuldades mas a felicidade não resulta apenas do conforto financeiro, chega-nos nas mais pequenas coisas do quotidiano…num dia de sol, num passeio no campo, num sorriso, num gesto de carinho dos que amamos, na riqueza de estar vivo a cada manhã, por isso, temos todas as condições para ser muito felizes no novo ano.

Portugal e o mundo precisam de mensagens de optimismo e esperança num período de incerteza e insegurança.

A Coca-cola retrata muito bem esse espírito e é com o seu novo anúncio, desenvolvido pela Ivity que me despeço neste final de 2011…



Boas entradas para todos, façam-no com o pé direito e acreditem que o próximo ano pode ser melhor, se assim o quisermos!

São Mais Dualidades!!!
NP

sábado, 24 de dezembro de 2011

Feliz Natal

Os Dualidades desejam a todos os nossos visitantes um Natal muito feliz na companhia das suas familias.



Dualidades NP & JP

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Natal de Elvas

Natal de Elvas é sinónimo de tradição!

Ano após ano cumpre-se o calendário e revivem-se momentos e sonoridades.
As tardes e noites frias são aquecidos pelo som ritmado e rouco das roncas tocadas por homens vestindo longos capotes que deambulam pela cidade e por tascas e cafés recriando o ambiente natalício que viveram os nossos avós e os avós deles.

Natal é convívio, é reunião, é Cantar ao Menino!

Natal é celebrar o Presépio ao vivo que o agrupamento local de Escuteiros organiza na Praça da República ou o concerto de Natal do Coral Públia Hortênsia de Castro que enche a antiga Sé da cidade.

Natal é azevias, é filhozes, é nógados, é bacalhau cozido!

Natal é saudade, mas é esperança no espírito da quadra e num futuro melhor, para todos.

Grupo Voz Amiga

vídeo Tudobem

Coral Publia Hortênsia de Castro

vídeo Tudobem

Roncas de Elvas

vídeo Tudobem

Votos de um Feliz e Santo Natal para familiares e amigos, para todos os elvenses, esperando que as festas se passem com saúde, junto dos que amamos.

São Mais Dualidades!!!
NP

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Joana Vasconcelos e as tapeçarias de Portalegre

Apesar de desertificado e economicamente fragilizado, o distrito de Portalegre é rico em capital endógeno, contudo, por falta de orientação estratégica, de espírito de união e coesão ou por pura má vontade dos governos que têm passado por São Bento, tal potencial não é devidamente aproveitado.

Somos dos distritos menos populosos do país, de acordo com os últimos censos pouco passamos dos cem mil habitantes, apresentamos níveis de instrução baixos, falta de oportunidades de trabalho, população envelhecida e falta de perspectivas de futuro.

As três cidades do distrito procuram sobreviver isoladamente, cada qual da forma como pode, sem que haja grandes sinergias entre elas, a falar verdade até acho que há rivalidades…senão avaliemos o relacional no que diz respeito à disputa de valências…

A haver uma estratégia de desenvolvimento coerente, cada qual teria o seu espaço natural, de acordo com as suas potencialidades e complementar-se-iam para benefício do distrito e dos seus habitantes.

Já nem falo em relação às vilas, porque se retirarmos a pujança económica do concelho de Campo Maior, através do Grupo Delta Cafés, todas as outras parecem perder fulgor a cada dia…

Com base nisto, acredito que deva ser motivo de orgulho para todo o distrito que ontem na capital de distrito, tenha entrado em tear na Manufactura de Tapeçarias de Portalegre, uma tapeçaria de grandes dimensões desenhada pela artista plástica Joana Vasconcelos, reconhecida internacionalmente. Terá 13 metros quadrados e integrará a exposição da artista no Palácio de Versalhes em Junho de 2012.

Para assinalar o arranque da sua execução, Joana Vasconcelos esteve em Portalegre, acompanhada da primeira-dama Maria Cavaco Silva e outras individualidades da cidade e da região.

As tapeçarias são sem dúvida uma imagem de marca da cidade capital de distrito, a par da cortiça ou dos vinhos.

Iniciativas como esta são de extrema importância para a valorização dessas actividades. Cabe a todo o distrito apoiá-las, esperando que Portalegre saiba ser uma cidade verdadeiramente agregadora e potenciadora de desenvolvimento regional…ao fim e ao cabo o que se espera de uma capital de distrito. Ou não?

São Mais Dualidades!!!
NP

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Oito e Oitenta (#174)

Oito: a Nissan já era

Mais uma machadada com força na economia e nas expectativas de emprego de um Concelho.
A anunciada e já bastante adiantada construção de uma nova fábrica de baterias para carros eléctricos da Nissan, que estava a decorrer em Aveiro, já foi.
A marca reflectiu e chegou à conclusão que as fábricas que possui actualmente são suficientes para garantir o mercado actual.

Quem perdeu com isso: Portugal, Aveiro e aqueles que poderiam vir a ter um emprego nessa fábrica da marca internacional.
Mais um investimento que se perdeu e desta vez e que morreu antes do parto.


Oitenta: Autoeuropa

Ainda vai sendo uma das grandes fontes que alimentam este país cada vez mais sedento.
A Volkswagen Autoeuropa comemorou ontem os 20 anos do lançamento da primeira pedra da sua fábrica instalada em Palmela, em cerimónia que foi presidida pelo Primeiro-Ministro, Pedro Passos Coelho.

Esta grande empresa, que é responsável por cerca de 1% do PIB nacional, dá emprego directa e indirectamente a milhares de portugueses.
Nas próprias palavras da Presidente da Câmara de Palmela, "Autoeuropa trouxe desenvolvimento e emprego qualificado e qualificante".

Provavelmente ao contrário dos que muitos pensam, se mais empresas destas existissem por cá, seria bem melhor e estaríamos certamente um pouco menos mal.
Uma empresa que nos tempos que correm consegue aumentar os seus trabalhadores em valores acima da média nacional.

Se um dia esta empresa fechar será mau para Portugal? De certeza. Será um desastre. Mas enquanto por cá estiver será muito bom.

JP

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Comércio tradicional


Se há tema que é muito falado e debatido na blogosfera elvense e também na própria cidade e concelho reais, é a questão do comércio elvense. Ou será que poderei dizer, o que vai restando dele?!...

Será que os nossos comerciantes se estão, devem ou podem modernizar, será que estão ou não a seguir as estratégias correctas, será que estão organizados e devem "atacar" o mercado unidos e de forma corporativa, será que estão a ser bem aconselhados pelos orgãos corporativos que os representam?
Todas estas e muitas outras são questões mais ou menos pertinentes que todos se colocam e sobre as quais todos têm opinião, nem sem unanimes e que muitas vezes dão origem a discussão.
Uma coisa é certa e creio que inquestionável. O nosso comércio local, principalmente no centro histórico, há muito que passou os seus anos aúreos, em que bastava abrir uma porta, colocar um dos bens mais procurados pelos "nuestros vecinos" à venda e esperar pelos fins-de-semana em que as ruas do centro se tornavam quase intransitáveis tal era a quantidade de espanhois que por lá andavam, ávidos de comprar e lá deixar as suas pesetas. Era dinheiro em caixa.

Creio que é mesmo inquestionável que o comércio do nosso centro histórico, salvo raras excepções, não atravessa tempos nada bons. Muitas vão sendo as lojas que aos poucos vão fechando portas. E esperemos pelos próximos tempos, quando toda esta crise passar da teoria real para a realidade incontornável.
Todos acreditamos que é necessário fazer algo para evitar esta tendência. Cada um com as suas opiniões.

Também não sou eu que agora vou dar a solução mágica para resolver a crise. Longe disso. Não tenho esse dom.
Vou apenas contar uma pequena história. Desde há alguns meses que a minha vida profissional me tem levado algumas vezes até à capital do Baixo Alentejo, Beja, e feito lidar com elementos da Câmara Municipal.
Pelas conversas que vou tendo por lá, já deu para perceber que muitos dos problemas que Elvas atravessa também lá estão reflectidos. Incluindo os do comércio tradicional.
Dito de uma forma muito genérica, a coisa podia resumir-se a "cada vez mais lojas a fechar e as únicas que ainda se vão aguentando, por enquanto, são as dos chineses".

No entanto, e indo buscar o início da minha conversa, da última vez que estive na Câmara Municipal de Beja uns pequenos panfletos na entrada chamaram-me a atenção.
Tentando aproveitar esta época de Natal em que as pessoas têm sempre de gastar algum dinheiro, algumas dezenas de lojas do comércio local de Beja juntaram-se, criaram uma imagem e criaram uma oferta promocional que vigora desde meados de Novembro e prolonga-se até ao fim do ano. Na prática, as lojas aderentes a esta iniciativa oferecem aos seus clientes descontos de 20% durante o período da campanha.

Esta ideia vale o que vale e não sei dizer se estará a ter os frutos pretendidos. Mas a moral da minha história passa por dizer que haver ideias já é um bom princípio para algo. Ficar parado à espera que o futuro se resolva por si só não é certamente a solução para nada.
Eu sou dos que acredita que este tipo de situações só se conseguem, nem digo resolver, vou mais pelo minorar, se houver união e acções corporativas entre todos os da classe. Não pode ser a inicitiva de alguém isolado que resolve as coisas.
Apenas para dizer que achei interessante esta iniciativa dos comerciantes de Beja.

JP

domingo, 11 de dezembro de 2011

As Escolhas dos Dualidades (#164)

Começa a época em que nos desdobramos em jantares e confraternizações natalícias. Todos os laços justificam a organização de uma jantarada e nem a crise parece travar o hábito já enraizado.

Contrariamente a um colega meu que sempre apelida a quadra de "hipócrita", eu sou dos que acredito que ela faz falta para equilibrar afectos e unir as pessoas...só se lamenta que no resto do ano não haja todas estas boas intenções.

Ora depois das jantaradas a malta procura sempre esticar um pouco a "night" de acordo com as opções à disposição. A semana que passou já tive dois jantares e consequentemente duas noitadas que me levaram a descobrir a tendência musical não só nos bares da raia alentejana, mas também em terras de Badajoz.

Ah pois é!!!! Ouçam e votem!!

Dualidades JP

Dualidades NP

Boas jantaradas de Natal, aproveitem!
São Mais Dualidades!!!
NP

sábado, 10 de dezembro de 2011

Sugestão Dual (#96)

Esta semana vou numa de cinema. Numa versão de bonecada.
Já está a passar nas salas portuguesas mais uma versão animada de uma personagem que me recordo de ler na minha infância/adolescência.

Consigo também recordar-me de uma livro de capa grossa que me foi oferecido sobre este herói de quatro patas com duas botas caçlçadas.
Uma das histórias que eu mais gostava de ler.
Só por isso e mais qualquer coisa, não podia deixar de sugerir uma passagem pelo cinema para ver mais uma vida deste Gato das Botas.

Acredito que sejam quase duas horas muito bem passadas. A não perder.
Para já, aqui fica a apresentação do filme.



Bom fim-de-semana.

JP

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Há reunião em Bruxelas!

As expectativas são muitas, mas as resoluções não trarão a bonança que todos desejaríamos.

Certas são as mudanças aos Tratados da União Europeia que envolvem os 27 Estados-membros, limitando-se ao conjunto de países que compõem a zona euro.

"Queremos os 27, mas se no seio dos 27 houver um bloqueio, passaremos a 17", disse Sarkozy, depois de o primeiro ministro britânico, David Cameron, ter ameaçado não assinar qualquer compromisso se não obtivesse garantias suficientes para proteger os interesses do Reino Unido.

23 dos 27 países parecem concordar com as intenções da Alemanha e corroboradas pela França. Assim sendo, a Europa orçamental parece ter dado alguns passos, assumindo-se a necessidade dos orçamentos de cada Estado serem supervisionados pela Comissão, bem como a definição de severas represálias para os países que ultrapassem os limites fixados ao défice.

Todas as intenções são válidas desde que se garanta a continuidade do Euro, pois se alguns de nós fomos contrários à sua chegada, temos agora consciência que a saída da moeda única seria calamitosa para a já periclitante situação económica e financeira do país.

Preocupante é percebermos que navegamos à deriva, ou como quem diz, navegamos para onde a Chanceler Merkl quer que o façamos. É notório o reforço de importância que a Alemanha tem ganho a nível europeu, poderio que lhe advém da hegemonia económica. Quem tem pode!

Parece que na carga genética dos alemães existe um gene que os desperta para o domínio do velho continente. A história recorda-nos de episódios dramáticos em que a Alemanha teve intenções de dominar.

Outrora pela força e pela guerra física e militar, ceifando vidas e destruindo cidades…hoje pelo poder do dinheiro, ditando regras, impondo resoluções e arrastando-nos para uma espiral da qual ninguém tem muito bem ideia de como sair...

Em Bruxelas continua a reunião dos líderes europeus…mas presumo que pouco ou nada vai mudar no dia-a-dia cada vez mais apertado do cidadão comum.

São Mais Dualidades!!!
NP

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Oito e Oitenta (#173)

Foi sofrido o apuramento da Selecção das Quinas para o Euro 2012, passando por um play-off onde se repetiu a sina de eliminar a congénere Bósnia.

Depois disso, as atenções do mundo desportivo viraram-se para Kiev na passada sexta-feira ao final da tarde onde foi realizado o sorteio que determinou os grupos da competição.

Paulo Bento mostrava-se esperançoso de um grupo acessível, mas não podia ter corrido pior : Alemanha, Holanda e Dinamarca… Das quatro equipas que formam este que é o grupo B, apenas Portugal nunca foi campeão da Europa, uma vez que as três adversárias somam 5 títulos…

E como se não fosse pouco, queríamos ficar integrados num dos dois grupos que jogarão na Polónia…mas claro que a sorte ditou que jogaremos na Ucrânia…digamos que alguém lá em cima estava carregado de mau vontade para o nosso lado…

Deixo-vos a composição dos grupos :

Grupo A
Polónia, Rússia, República Checa e Grécia…bem mais acessível que o nosso!

Grupo B
Holanda, Portugal, Dinamarca e Alemanha…o grupo da morte…

Grupo C
Espanha, Irlanda, Itália e Croácia…os vizinhos espanhóis vão passar isto sem espinhas…

Grupo D
Ucrânia, França, Inglaterra e Suécia

As cartas estão deitadas e vão exigir muito de Paulo Bento e dos seus pupilos. Na verdade todos duvidamos que, sob tal pressão os resultados nos sejam favoráveis, mas é inegável o talento de alguns valores individuais e do todo quando devidamente integrado…

Dou um oito à sorte que nos penalizou, mas um oitenta à esperança numa equipa que já nos deu muitas alegrias no passado recente!!!!

Força Portugal!!!

São Mais Dualidades!!!
NP

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

O estripador da Casa dos Segredos

Esta história tem tanto de caricata como de surreal. Certamente já não deve haver muitos de nós que não a conheçam, pois ela tem feito as capas dos jornais e aberto Telejornais já há alguns dias.

Tudo começou há alguns dias, quando chegou até nós uma reportagem que as Televisões passaram em que, através de imagens captadas por uma câmara oculta, uma jornalista do Jornal Sol teria entrevistado um homem que dizia ser o alegado e famoso "estripador de Lisboa", que já há largos anos aterrorizou e espalhou o medo entre as mulheres, e principalmente, as prostitudas da capital, pelas mortes que lhe são atibuidas de várias mulheres e crimes esses que foram cometidas cim um crueldade a que por cá não estamos habituados.

Depois de levantada esta lebre e ter feito correr muita tinta e horas de reportagens e especulações, colocou-se a questão do porquê desta revelação ter surgido agora, passados tantos anos, e como a jornalista chegou até ele.
É aqui que começa a parte mais surreal da história. Como aos poucos as coisas se vão sabendo, ficámos a saber que toda esta história foi despoletada por um pretendente a participar na Casa dos Segredos da TVI.
Como sabemos, esse fantástico e culto programa de televisão tem como pretexto um grupo de marmanjos enfiados numa casa em que cada um deles tem um segredo que conta à produção do programa e o deve assim manter durante os meses que dura o mesmo.
Esse candidato a participar na Casa dos Segredos disse que o seu segredo era o facto do seu proprio pai ser o “estripapador de Lisboa” e assim se começou a desenrolar toda esta história.
A partir daqui os jornalistas chegaram até ao senhor, que certamente não sendo muito mais abastado de neurónios que o filho confirmou a história e inclusivé falou com a dita jornalista onde assumiu a culpa dos crimes e enfiou a carapuça de assassino em série.

Toda esta história, de facto, merece muitos adjectivos qualificativos. A história e as suas personangens.
Um filho que para entrar num programa idiota confessa que o pai é um assassino e um pai que não deve bater lá muito bem da cabeça acede a falar com a imprensa para assumir a culpa.
Tenho algumas dúvidas a qual dos dois devo atribuir a medalha de ouro da idiotice. Se ao filho que das duas, uma: ou acredita mesmo que o pai é um assassino e passa vários anos sem o entregar à polícia e fa-lo apenas para entrar no programa da "Casa dos Degredos" ou então faz estas figuras tristes e inventa toda esta história para entrar no lote restrito dos supra-sumos portugueses.
Ou então dar a medalha ao pai, que se deixa levar em tudo isto e decide procurar os seus 5 minutos de fama sem perceber bem o que estava a fazer e as consequências que poderia vir a sofrer. E espero que sofra algumas, mais não seja por estes devaneios.

Como alguém dizia, é o que temos por cá e que estes programas fantásticos conseguem potenciar ainda mais.

JP

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Elvas já tem decoração natalícia!

Um ano mais a autarquia apostou na iluminação natalícia das principais artérias comerciais da cidade, procurando atrair visitantes e dar o seu contributo ao comercial local.

A questão é discutível se pensarmos que estamos em crise, mas eu sou dos que acho que as ruas enfeitadas dão o ar festivo de que tanto necessitamos para viver a quadra com a magia habitual.

Os bolsos podem estar mais vazios, mas é Natal!!!

Deixo-vos os meus registos!!!




















Se quiserem ver ao vivo, apareçam. Vale a pena!!!

São Mais Dualidades!!!
NP

domingo, 4 de dezembro de 2011

As Escolhas dos Dualidades (#163)

A grande mais valia de qualquer canção é sem dúvida a sua letra. O que ela nos diz e nos transmite.
Mas em cima disso, como complemente, a música, a sonoridade e o ritmo também pesam muito.
Uma boa música a complementar uma boa letra, dá resultados maravilhosos. Uma boa música, com uma boa sonoridade em cima de uma letra fraca às vezes consegue fazer milagres.

A canção que escolhi para hoje é um exemplo de como se consegue fazer uma canção apenas com 3 palavras, que são repetidas ciclicamente ao longo de 4 minutos.
Obviamente que são gostos, mas esta semana voltei a ouvir uma música que não ouvia há anos e que, na altura, me fazia parar para a ouvir.

A letra, como já disse, é do mais pobre que há, mas a sonoridade fez-me, ainda hoje, recordar o quanto gostava da ouvir.
Hoje deixo-a aqui e partilho-a convosco.

Dualidades NP

Dualidades JP


Bom Domingo.

JP

sábado, 3 de dezembro de 2011

Sugestão Dual (#95)

Já nas salas portuguesas.



Bom fim-de-semana.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Ice Age 4 - Continental Drift

Este tema podia muito bem ter sido o meu Oitenta da passada quarta-feira. Só por esquecimento é que não o foi, embora o tema escolhido também o mereça.
Soube há dias que já está prevista a estreia do próximo filme da série Ice Age. Em português de Portugal, Idade do Gelo. Ainda faltam uns bons meses mas já começou a contagem decrescente para Julho de 2012, a data em que o filme deverá começar a passar nas nossas salas de cinema.

Depois de lerem o primeiro parágrafo não deve ser muito dificil adivinharem que sou um fã desta série de filmes. E confesso. Desde o primeiro filme que fiquei "agarrado" e sempre com vontade de mais.
Não posso dizer que seja um incondicional de filmes de animação mas há alguns que me conseguem cativar bastante. Este é um deles. O principal deles.

Desde o primeiro dos filmes, já no longinquo ano de 2002, que passei a adorar aquele grupo de amigos muito poucos vulgares. Manfred (Manny), Diego, o inconfundível Sid e o sempre imprescindível Scrat fizeram a minhas delícias já por três vezes e daqui a pouco mais de 6 meses farão certamente pela quarta vez.
O quarto filme já tem nome, no original "Continental Drift". Em português ainda não sei como será chamado.

Há alguns dias foi divulgado mais um trailler deste novo filme, que chegará até nós numa versão de 3D, como agora vai acontecende com muitos filmes. Esta nova tecnologia tornou-se moda.
Para aqueles que como eu veneram as aventuras destes amigos e vão ficar a aguardar pacientemente a sua próxima chegada, deixo-vos aqui este novo trailler, só como aperitivo.



JP

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

1º de Dezembro...ainda é feriado e o aniversário da "Azevia"!

Hoje é feriado, mas no próximo ano deixará de o ser de acordo o processo de redução de feriados levado a cabo pelo governo. Pretende-se que sejamos um país mais produtivo e, como tal, 2012 perderá quatro feriados, dois civis e dois religiosos.

Em 2012 a Restauração da independência nacional calhará em sábado, mas futuramente a data deixará de ser assinalada com direito a feriado e, convenhamos, não faz grande sentido, quase quatrocentos anos depois, comemorarmos a restituição da soberania nacional e a expulsão dos espanhóis estando integrados num mercado global onde a Espanha é dos nossos principais parceiros. Digamos que nos habituámos à data, sabe bem o feriado, mas não me digam que faz sentido. Senão questionem algumas pessoas á vossa volta e concluirão que, a maioria, nem sabe qual o facto assinalado a cada 1 de Dezembro.

Para quem está na raia era uma óptima oportunidade para ir às compras de Badajoz, perspectivando a chegada da quadra natalícia, mas como a coisa está mais para poupar que para gastar, até calha bem não haver feriado.

Por Elvas, como habitualmente, a festa começou à meia-noite com a comemoração do 101º aniversário da Sociedade 1º Dezembro, popularmente conhecida como a “Azevia”. Quando soaram as doze badaladas, foram centenas os que entoaram com alegria e vivacidade o hino da restauração a que se seguiu muita cerveja e um caldo verde à maneira.

Em futuros anos, a malta não vai ter o dia seguinte para dormir até mais tarde já que será dia de trabalho, mas certamente que não será isso que tirará animação aos aniversários da Azevia.



Parabéns à sua direcção e longa vida à colectividade!!!

São Mais Dualidades!!!
NP

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Oito e Oitenta (#172)

Oito: Itália. O senhor que se segue

Lembram-se aqui há uns bons meses atrás, quando Teixeira dos Santos, na altura ainda o Ministro das Finanças do Governo PS de José Sócrates, disse que se os juros da divida portuguesa atingissem a fasquia dos 7% seria altura de ponderar a possibilidade de Portugal pedirem apoio ao FMI?
E lembram-se certamente tudo o que aconteceu a partir daí e podem ver na situação em que nos encontramos hoje.

Pois bem, ontem a Itália foi aos mercados tentar financiar-se e, pele primeira vez, teve de pagar taxas superiores a 7%. Acho que não é preciso ser um grande entendedor de economia e mercados para adivinhar o que aí vem.
Podemos pensar que o problema é dos italianos. E é! Mas também é muito verdade que a Itália é uma das maiores economias da zona euro e que um eventual "resgate" (ou tiro nos pés) à sua economia certamente não se fica por umas dezenas de milhares de milhões de euros.

Por tudo isto, acho que continua a não ser muito difícil adivinhar que vem aí mais um (grande) abanão e toda a economia da Europa, da qual nós fazemos parte e apanhamos sempre com o ricochete.


Oitenta: estamos quase lá

No meio de tudo isto já me sinto contente por amanhã começarmos o mês de Dezembro. É o mês de Natal.
Na prática sei que não ajuda em nada, mas acho que psicologicamente anima. Pelo menos a mim. Não tem grande explicação lógica mas é uma altura do ano especial. Há que aproveitar este espírito.

JP

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Fado...orgulho nacional!!!!!

A canção nacional foi classificada como "Património imaterial da Humanidade" pela Unesco e o Dualidades não quis deixar de se associar às comemorações que enchem de orgulho a nação portuguesa.

O fado, que tão bem descreve a forma de estar e de sentir dos portugueses, galgou desta forma as nossas fronteiras e é agora património de toda a humanidade.

Apesar de já ser internacionalmente conhecido em grande parte pelo esforço e empenho de nomes como Amália Rodrigues, Dulce Pontes, Mísia, Camané ou Mariza, o fado ganha outro fôlego com esta classificação. A curiosidade do mundo recairá sobre ele e os seus intérpretes.

De fora fica a vertente coimbrã do fado, cujas diferenças justificaram outra candidatura já em poder da Unesco que, esperamos, tenha igual sucesso.

Um pouco por todo o país multiplicam-se as comemorações, com especial destaque para os bairros tradicionais de Lisboa, onde as casas de fado mais conhecidas do país regozijam com a notícia, bem como o Museu do Fado onde se aguardou a boa nova com grande expectativa.
Resta sentirmo-nos orgulhosos por este reconhecimento.

E agora, silêncio que se vai cantar o fado...



São Mais Dualidades!!!
NP

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

domingo, 27 de novembro de 2011

As Escolhas dos Dualidades (#162)

A polémica estalou logo a meio da semana com o anúncio de que a claque sportinguista ficaria confinada à "jaula da Luz", inaugurada precisamente no derby...

A coisa começou torta...

Ontem, o espectáculo foi emoldurado por mais de 60 mil espectadores que, ao fim de poucos segundos do apito do árbitro tiveram oportunidade de perceber para onde penderia o seu julgamento. Elias viu amarelo, sendo essa a forma encontrada pelo árbitro para mostrar quem tinha as rédeas!

Outros lances muito discutíveis se seguiram, nomeadamente uma falta de Jardel sobre Onyewu à boca da baliza benfiquista que poderia alterar o marcador caso a grande penalidade tivesse sido marcada...

Mais do mesmo...mas o campeonato continua e a justiça desportiva será feita, certamente.

O Sporting teve um bom desempenho, dominou o esférico por mais tempo, fez mais ataques, mais remates, alguns deles com perigo, mas a sorte ditou o resultado final onde só figurou o tento de Javi Garcia.

O domingo continua, ensolarado e dando continuidade à acção do Banco Alimentar contra à fome um pouco por todos os supermercados de norte a sul do país. Não se esqueçam de contribuir, um pequeno gesto de quem pode, será a alegria e o conforto de quem nada tem.

Deixo-vos as propostas musicais dos Dualidades!!!!

Dualidades JP

Dualidades NP

São Mais Dualidades!!!
NP

sábado, 26 de novembro de 2011

Sugestão Dual (#94)

Para mim e muitos outros adeptos da bola, a sugestão para este fim-de-semana só podia ser uma: Benfica - Sporting. E está tudo dito.
Digam o que disserem, este é o derby de Portugal e o clássico dos clássicos. É neste jogo que existem as maiores rivalidades clubisticas deste cantinho à beira-mar plantado.

É bem verdade que ainda é cedo e o campeonato está equilibrado no que toca aos ugares cimeiros e por isso este jogo ainda nada decide mas mesmo assim tem a capacidade de pôr os adeptos dos dois clubes com o ritmo cardíaco bem acelerado. A velocidade de ponta é atingida durante os 90 minutos do jogo e só desacelera após o último apito do árbitro.

O meu desejo é que seja um grande jogo e, claro, que acabe com a vitória do Glorioso. E se a isso juntarmos um bom resultado do Sporting minhoto, junta-se o útil ao agradável.

Já sabem, às 20h15 em frente à televisão, com o cachecol no pescoço a torcer pelos de vermelho. ;)

Bom fim-de-semana.

JP

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Pista de gelo 2011

É já hoje por volta das 18h a inauguração da Pista de gelo de Elvas que estará aberta ao público no Coliseu da cidade até 29 de Janeiro de 2012.

A tradição mantém-se e, pelo quarto ano consecutivo, a animação sobre o gelo está garantida para os utilizadores da cidade e da região. Nas três edições anteriores somam-se mais de 150 mil entradas o que a transforma num autêntico caso de sucesso.

A pista que ocupa toda a área central do multiusos elvense é a maior da península ibérica e, apesar dos tempos difíceis, espera-se que continue a atrair milhares de espanhóis para benefício da economia local, principalmente da restauração.

Como todos os anos, deixamos a sugestão de serem criadas dinâmicas entre as lojas do centro histórico e as entradas que dão acesso à pista, como forma de tirar partido da afluência esperada.

Agora que a autarquia já anunciou que as ruas comerciais elvenses vão beneficiar da habitual iluminação natalícia como contributo para a dinamização daquela actividade comercial, as condições estão reunidas para que seja dado o respectivo ar festivo, apesar de financeiramente sermos mais contidos. Mas ao fim e ao cabo o espírito do natal não está nos presentes, por isso, desde que tenhamos saúde, trabalho e a família connosco, a crise não conseguirá tirar-nos a magia da quadra.

Para os interessados deixo toda a informação de que necessitam para visitar a nossa pista de gelo e partilhar connosco um pouco da vossa quadra natalícia. Apareçam...

Os horários da pista de gelo:
- de 25 de Novembro a 18 de Dezembro, dias úteis das 16 às 21 horas e aos fins-de-semana e feriados das 10 às 21 horas;
- de 19 de Dezembro a 6 de Janeiro, dias úteis das 14 às 21 horas e aos fins-de-semana das 10 às 21 horas;
- de 7 a 29 de Janeiro, dias úteis das 16 às 21 horas e aos fins-de-semana e feriados das 10 às 21 horas.

Horários de datas Festivas:
- 24 e 31 de Dezembro, das 10 às 13 horas;
- 25 de Dezembro e 1 de Janeiro, das 17 às 21 horas;
- e 6, 7 e 14 de Janeiro, das 10 às 21 horas.

Preços:
- 3,50 euros, nos dias úteis;
- 4,50 euros, nos fins-de-semana e feriados;
- 50 euros, em cartão passe, com 20 entradas, válido para os dias úteis.

São Mais Dualidades...a um mês do Natal!!!!
NP

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Greve Geral

Hoje é dia de Greve Geral. Mais uma. É dia em que muitos Funcionários Públicos, principalmente eles mas não só, não vão trabalhar.

Resumidamente, aqui pelos lados de Lisboa, as consequências dessa Greve Geral são mais ou menos estas:
- Trânsito. Muito trânsito. Muito mais que o normal. Quem diariamente utiliza os transportes públicos e hoje não fez greve não teve muitas alternativas para além de trazer o seu carro para Lisboa. Estes "novos" condutores, a juntar aos muitos outros diariamente habituais e que também não fazem greve, origina filas de trânsito ainda maiores e mais demoradas. E também filas que começam mais cedo e vão acabar mais tarde no final do dia. A ideia de todos é a mesma: sair mais cedo de casa para tentar fugir à confusão.
Um daqueles dias em que se arriscam a passar mais horas enfiados no carro que no local de trabalho;
- Aqueles que nem queriam fazer greve mas que por terem os filhos na escola pública e não terem onde os deixar vão ser obrigados a não ir trabalhar. Alguns têm sorte de poder contar com avós, tios, vizinho ou amigos e conseguem lá enfiar os putos e aventurarem-se na loucura do trânsito;
- Aqueles ainda têm dias de férias para gozar e preferem "queimar" um dia para não ter de se submeter a um dia de loucos e próprio para heróis. Sempre podem ficar a dormir até mais tarde e o único contacto que vão ter com a Greve Geral será à noite, quando ligarem a televisão para ver os telejornais;
- E existem também as situações contrárias. As de empresas não públicas, que sabendo como são estes dias e como afectam a produtividade dos seus funcionários, dão um empurrãozinho para que os seus funcionários metam o tal dia de férias. Não trabalham hoje mas têm de trabalhar um outro dia que tinham agendado como férias;
- Para terminar, uma outra situação muito engraçada nos dias de greves. Os centros comerciais enchem-se. Porque será?!...

Para terminar, só dizer que eu e o Dualidades não aderimos à greve geral.

JP

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Oito e Oitenta (#171)

Oito – Alberto João no seu melhor

Um pouco por todo o país surgem notícias de cortes nas verbas destinadas às iluminações natalícias.

Apesar de muito úteis para ajudarem a recriar o ambiente característico da quadra, a verdade é que a troika e as medidas de contenção obrigam a uma maior prudência nos gastos.

As Câmaras Municipais de Lisboa e do Porto dão o exemplo e anunciaram que as iluminações serão em menor número que o habitual e estritamente nas zonas comerciais, procurando desta forma contribuir para atrair pessoas e dar uma ajuda aos comerciantes tradicionais.

A Câmara Municipal de Elvas também confirmou a iluminação das principais artérias comerciais, enquanto que em Évora e Portalegre as verbas serão canalizadas para politicas sociais.

Contra toda esta filosofia temos, como habitualmente, o despesismo da Madeira. Três milhões de euros serão gastos para garantir a iluminação natalícia do Funchal e para o fogo-de-artifício de fim-de-ano…

Todos sabemos que a quadra é muito forte para o turismo madeirense e que não se pode defraudar quem os visita, contudo, também não se pode defraudar a troika e os compromissos assumidos pelo país, principalmente a região autónoma e toda a farsa financeira que ocultava…

Alberto João no seu melhor…


Oitenta – Laços de sangue

A ficção portuguesa soma e segue e não me refiro a dentro de portas mas sim internacionalmente.

Depois de no ano passado “Meu amor” de António Barreira transmitida na TVI ter arrebatado o Emmy para a melhor telenovela, desta feita o galardão foi para a co-produção da SIC e TV Globo, escrita por Pedro Lopes, supervisionado de perto pelo afamado Aguinaldo Silva.

É muito positivo para o áudio-visual luso e para todos os profissionais da área que muito tem feito em prole desta área.

Particularmente a telenovela não me convenceu, pelo que não a acompanhei com regularidade, mas causou-me a impressão de querer granjear audiências a todo o custo com uma sucessão de acontecimentos muitas vezes incongruentes mas que cativam o telespectador.

Mérito inquestionável para Joana Santos, a actriz que personificou a má da fita.
Parabéns SIC!

São Mais Dualidades!!!
NP

terça-feira, 22 de novembro de 2011

É possivel ganhar dinheiro com o Youtube

O conceito e até mesmo, apetece-me dizer, o vício que muitos de nós já temos de publicar conteúdos da nossa vida privada na internet e nas redes sociais pode ganhar uma nova fase.
Quem é que hoje em dia não tem conta numa (ou em várias) das muitas das redes sociais que já existem e quem é que não a usa para publicar fotos da sua festa de aniversário, do jantar com os colegas de trabalho, das férias fantásticas que passou numa qualquer praia paradisica ou num outro destino cheio de atractivos?!

Já faz parte de nós esta partilha. Está entranhada. Seja num universo mais restrito, apenas entre os “amigos”, ou num âmbito mais geral, para aqueles menos púdicos, para qualquer um que chegue até à nossa página.
Já existem muitos de nós que depois de tirar uma foto o seu primeiro pensamento dirige-se imediatamente para "Tenho de a meter no Facebook".
Com a disseminação dos telemóveis de última garação, que nos permitem estar sempre online, queimaram-se uma série de etapas. Dão-nos a possibilidade de uma só vez tirar a foto e de seguida coloca-la online. Afinal de contas, os nossos amigos aguardam ansiosamente por ver a nossa foto. Temos de a partilhar.

Mas como dizia no início do texto, esta partilha compulsiva da nossa vida pessoal pode ganhar uma nova fasquia.
Falo por mim quando digo que é uma novidade, apesar de já não o ser assim tanto, pelo que pude ler.
Fiquei a saber que o Youtube, tão somente a maior rede social de partilha de vídeos, paga aos utilizadores que partilham videos nas suas páginas.
Como disse, isto já não é assim uma novidade tão recente quanto isso, pois a situação já ocorre há algum tempo, mas eu apenas a descobri agora. E acredito que tal como eu, a grande maioria das pessoas também não saiba disso.
Mas é verdade, o Youtube está a difundir essa situação. Ou seja, quem publicar videos que atraiam muitas visitas pode receber uma parte da publicidade que fica "colada" a esse video.
Desta forma, e pelo que foi referido na peça onde vi a notícia, "já há muitas pessoas a ganhar milhares de euros com simples imagens que mostram ao mundo inteiro".

A receita parece ser simples. As pessoas colocam videos apelativos, que chamem a atenção de muitos, os patrocinadores pagam para ter a sua marca ao lado desses videos, a Youtube factura com isso e dá uma pequena parte aos donos desses videos, que assim são incentivados a colocar ainda mais videos. A receita é simples e parece ser benéfica para todos.
Por isso dizia no início que o factor "dinheiro", introduzido em todo este ciclo de partilha de detalhes das nossas vidas, pode espicaçar a nossa imaginação e levar a que os conteúdos que mostramos aos outros e ao mundo sejam ainda mais e atinjam pormenores ainda mais "pessoais".
Como sabemos, o dinheiro tem a capacidade de puxar por nós.

Para concluir, só dizer que o nosso amigo ao qual o medo era uma cena que não lhe assistia, que conseguiu em poucos dias ter milhões de visualizações, certamente não sabia deste negócio. Caso contrário, e a avaliar pela peça da RTP aqui, teria facturado uns bons cobres à conta da sua aventura radical.

JP

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Centro Interpretativo do Património de Elvas e Museu Militar

Ontem fui conhecer o recentemente inaugurado Centro Interpretativo do Património de Elvas instalado numa pequena parte do antigo Regimento de Infantaria 8 entretanto desactivado.

Em quatro núcleos e com muita inter-actividade pelo meio, o visitante tem toma contacto com a história da cidade de Elvas e como os principais monumentos da mesma. A curiosidade fica aguçada para ver "in loco" o vasto património da cidade, quer militar, religioso ou civil.

De seguida, que é como quem diz, umas portas ao lado, visitei o Museu Militar de Elvas que ocupa umas quantas casernas do referido quartel, que é como quem diz, mais uma pequena parte do imenso espaço que o mesmo ocupa. A visita é extremamente interessante.

Organizada por salas temáticas, cada uma é dedicada a uma área da vida militar e é-nos apresentado um vasto número de objectos, utensílios, armas e munições que nos levam numa viagem no tempo.

Tudo foi pensado ao pormenor. Diante dos nossos olhos encontramos canhões, munições, utensílios de uma cozinha militar realizada muitas vezes em batalha, arreios, selins, selas, instrumentos médicos, farmacêuticos...de tudo um pouco.

Saúdo a direcção do museu e a autarquia pela aposta e pelo trabalho ali realizado, constituindo mais uma importante valência para a valorização do património elvense e sua divulgação.

Sendo passos importantes na construção da candidatura das fortificações de Elvas a Património Mundial através da UNESCO, a cidade tem saído a ganhar com tudo o que tem sido feito. Os estudos realizados para constituição do dossier da dita candidatura tem revelado e divulgado a nossa história e a do nosso património, devolvendo-o aos elvenses. Por exemplo, quantos milhares de soldados passaram pelo quartel elvense e conheceram as suas paredes sem que, pudessem supor que, o muro que assegurava a ronda mais não era que, uma parte da muralha fernandina oculta sob estuque e tintas.

Actualmente, a parede foi limpa e está a descoberto a muralha com mais de seiscentos anos, a escassos metros da actual seiscentista que todos conhecemos. O quartel está encaixado entre as duas cinturas de muralha.

Do quartel tem-se também uma panorâmica privilegiada sobre o casario branco e milenar da cidade, de onde se pode perceber um troço da segunda muralha islâmica no seguimento da torre que se situa perto do Arco de Nossa Senhora da Encarnação.

Aos elvenses recomendo uma visita para que conheçam melhor a vossa terra natal e a divulguem, obrigação que é de todos. Aos visitantes aconselho uma passagem já que será útil no passeio que de seguida poderão realizar.

Como diz o slogan da nova imagem turística da cidade que a autarquia lançou e que me parece extremamente bem conseguida : "Elvas, momentos fortes, monumentos únicos"!

São Mais Dualidades!!!
NP

domingo, 20 de novembro de 2011

As Escolhas dos Dualidades (#161)

Pelo post de ontem do NP e pelo que vou vendo em emails que circulam pela internet e videos do Youtube com os "best of" da Casa dos Segredos a ideia que eu já tinha das ditas Novas Oportunidades confirma-se: servem para oferecer diplomas.
No entanto, olhando para a cultura geral dos nossos universitários, começo a acreditar que a diferença entre as Novas Oportunidades e as oportunidades tradicionais, quem é como quem diz, o ensino normal, ameaça não ser muita.
A parte positiva é que ainda me consegui rir um bocado com tais "não domino" e "não sou grande coisa em". Pelo menos isso.

Mas tal como os nossos universitários, nós aqui também somos bons a dar música. E logo aos pares.
Mais um Domingo e mais um par de músicas para apreciar e opinar. Uma melhor que a outra, é tudo uma questão de opinião. Basta clicar em baixo e ouvi-las.

Dualidades NP

Dualidades JP

Bom Domingo.

JP

sábado, 19 de novembro de 2011

A concorrente Cátia Palhinhas da segunda edição da Casa dos Segredos tem andado nas bocas do povo pela sua falta de cultura geral e algumas calinadas no português. Os seus momentos no confessionário domingo após domingo provocam boas gargalhadas a quem se dispõe a estar diante do televisor, ao ponto de servir de inspiração ao programa de humor “Estado de graça” da RTP1 merecendo uma caricatura genialmente concebida por Manuel Marques.

Cátia Palhinhas é auxiliar de acção médica de profissão e segundo a imprensa está a concluir o 12º ano à noite no âmbito do programa “Novas oportunidades”.

Com base nestas premissas, a revista Sábado saiu à rua e resolveu inquirir jovens universitários em matérias que classificaram de “grau de dificuldade mínimo”.

Os resultados foram surpreendentes…pela negativa.

Vejam o vídeo aqui.

Qual de nós não ouviu os mais velhos da família questionarem o ensino que nos foi ministrado, fazendo alusão ao grau de exigência dos “seus tempos”…agora somos nós, no auge dos nossos trinta anos que olhamos para estes jovens e percebemos que também há diferenças, de postura, de forma e de conteúdo...

Ai Portugal, Portugal...

São Mais Dualidades!!!
NP

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

"E uma telenovela, não?" - Parte 2

No passado dia 17 de Junho deixei uma pergunta no nosso Dualidades "e uma telenovela, não?". (ver aqui)

Referia-me obviamente à excelente promoção turística que as gravações de uma telenovela da TVI trazem às localidades que lhe servem de palco. Foi assim com Vila Flor, com Coruche, com o Gerês e também o é agora com Sobral de Monte Agraço ou Viseu.

Diariamente mais de um milhão de portugueses visualiza as imagens aéreas de pontos estratégicos que a astuta realização da TVI sabe tão bem captar, revelando pormenores e recantos bastante convidativos para um passeio de fim-de-semana, quer se esteja a poucos ou muitos quilómetros.

Segundo vem referenciado na imprensa, a comparticipação das autarquias tem-se resumido aos custos com alojamento e alimentação das equipas que, uma semana por mês, assentam arraiais para as gravações de exteriores, mantendo-se esta rotina por períodos que podem chegar aos dez meses, dependendo do sucesso da produção.

Durante esse período, facturam os hotéis locais, factura a restauração e o comércio em geral com a presença de dezenas de pessoas, a maioria das coisas bem mediáticas e conhecidas do grande público.

Todos concordamos que a nossa Elvas pela sua monumentalidade ímpar seria o cenário ideal para qualquer enredo que a malta da TVI se lembrasse de engendrar, e por mais repetitiva que fosse a narrativa a cidade sairia a ganhar e a fragilizada economia local também.

Segundo o jornal Noticias de Castelo de Vide foi o que fez esta vila do norte alentejano.

De acordo com a referida publicação, Castelo de Vide será palco das gravações exteriores de uma das novelas que vai entrar em casa dos portugueses em 2012. As negociações parecem estar a ser desenvolvidas pela Câmara Municipal da vila em estreita colaboração com a Turismo do Alentejo ERT.

A trama está a ser escrita pelo conceituado Tozé Martinho e contará no elenco com nomes como Mariana Monteiro, Pedro Górgia, Vera Kolodzig, David Carreira e os consagrados Fernanda Serrano, Nuno Homem de Sá, Miguel Guilherme e Eunice Muñoz.

Dou-me os meus parabéns à Câmara Municipal de Castelo de Vide pelo investimento, certo de que o retorno se traduzirá num incremento de visitantes à que todos chamam "Sintra do Alentejo".

Opções...outros fazem piscinas!

São Mais Dualidades!!!
NP

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Qual foi o melhor golo de Portugal?

Ainda no rescaldo do apuramento para o Euro' 2012 e depois da habitual fase de sofrimento, hoje proponho a todos os visitantes do nosso Dualidades que votem naquele que, segundo o vosso veredicto, foi o melhor golo de Portugal.

Para ajudar, vejam o resumo dos golos no vídeo anexo :



Cristiano Ronaldo 8 m
Nani 24 m
Cristiano Ronaldo 53 m
Hélder Postiga 72 m
Miguel Veloso 80 m
Hélder Postiga 82 m

O vosso eleito é...?

São Mais Dualidades...em festa!!!
NP

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

O Euro 2012 já nos assiste

Foi sofrer até mesmo até ao fim, mas acabou bem. No lindissimo estádio da Luz, a nossa Selecção acabou por fazer uma bela exibição, culminada até com uma vitória folgada e assim garantir a presença no próximo europeu de futebol, a realizar-se na Polónia e na Ucrânia.
A Selecção Nacional, durante os 90 minutos, conseguiu provar em campo que é bem superior aquela Selecção da Bósnia, seja em termos individuais, seja no colectivo.

As coisas até começaram bastante bem para Portugal, com um arranque cheio de vontade, algumas oportunidades desperdiçadas e um golo bem cedo, logo aos 7 minutos, por Cristiano Ronaldo. Um grande tiro, de bem longe, na marcação de um livre.
Para além disso, a estrela da nossa Selecção parecia querer mostrar que estava com vontade de fazer um bom jogo.

O segundo golo não demorou muito a aparecer, também no grande tiro muito longe, desta vez de Nani. Se o primeiro golo bom bom, este ainda foi melhor.
Com uma vitória por 2 a 0 e com Portugal a dominar o jogo em todo o campo já todos pensávamos que o jogo estava ganha. Só faltaria definir quantos golos mais iriamos marcar.
Mas pouco tempo depois, o balde de água fria. Numa jogada meio parva, com uma bola a sobrevoar a área da baliza portuguesa, Fábio Coentrão salta à bola com um avançado bósnia, queixa-se de que foi empurrado, mete as mãos ao ar e bate na bola. Penalti e golo da Bósnia.

Nessa altura Portugal tremeu um pouco e o melhor que nos pode acontecer foi logo a seguir ter chegado o intervalo.
Parece que o intervalo fez bem a Portugal, que poucos minutos depois viu Cristiano Ronaldo fazer o terceiro, numa grande arrancada do meio campo após um passe genial de João Moutinho. Melhor ainda, um jogador Bósnio foi para a rua por tanto reclamar de que a jogada teria sido em fora de jogo.

Mas mais uma vez, Portugal abanou e mesmo a jogar com mais um e mesmo em fora de jogo, consentiu o segundo golo da Bósnia.
Nessa altura fez-nos pensar se iriamos assisitir ao impensável e ver Portugal passar o resto do jogo a defender o resultado e a sofrer.
Felizmente enganei-me e os minutos seguintes trouxeram mais 3 golos de Portugal que carimbaram em definivo a nossa presença no Euros. Doi golos do até então desaparecido em jogo, Hélder Postiga e um de Miguel Veloso, para mim o melhor jogador em campo, na marcação de forma irrepreensivel de um livre à entrada da área.

Felizemnte a nossa história acabou bem e voltamos a marcar presenaç na fase final de mais uma grande competição internaiconal. Continuamos a não falhar.
O nosso destino começa a traçar-se já hoje, com a distribuição das 16 bolas pelos 4 potes, para mais tarde conhecermos os nossos adversários da primeira fase, a de grupos.
Que este novo grupo de jogadores, agora comandado por Paulo Bento, consiga fazer melhor que os últimos dirigidos por Carlos Queiroz.

JP

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Semana gastronómica do Azeite e da Azeitona em Elvas

Numa altura em que a restauração faz contas à vida para enfrentar a redução de clientes motivado pela dureza da realidade económico-financeira do país e o substancial aumento do IVA a entrar em vigor no dia 1 de Janeiro, a Câmara Municipal de Elvas resolveu agitar as hostes e organizar a Semana Gastronómica do Azeite e da Azeitona que está a decorrer em doze restaurantes do concelho desde 12 de Novembro durante oito dias.

Além de procurar dinamizar a restauração do concelho que é indiscutivelmente um dos pilares do nosso turismo, pretende-se também “defender e valorizar os produtos básicos da gastronomia da região, com peso cultural e económico no Concelho”.

E a iniciativa não se fica por aqui. Procurando encaixar-se na sazonalidade dos produtos, está já agendada a Semana do Porco entre 7 e 15 de Janeiro a do Borrego, entre 7 e 17 de Abril, da Ameixa entre 21 e 29 de Julho e a do Bacalhau entre 22 e 30 de Setembro.

Conhecido como o restaurante do Alentejo, o concelho de Elvas recebe em cada fim-de-semana centenas de comensais, na sua maioria oriundos da vizinha Espanha que por certo não vão desperdiçar esta iniciativa para provarem o que de melhor temos por estas paragens.

Para ajudar na divulgação junto do mercado luso, passou ontem uma reportagem no Jornal da Noite da SIC a que os mais atentos devem ter assistido, esperando que, desta forma, se consiga deixar água na boca e levar o cliente a cometer um excesso no controlado orçamento mensal e dar um salto a Elvas para apreciar a sua gastronomia.

A par com o património militar e religioso, a gastronomia é um dos pontos fortes da cidade de Elvas que me parece estar a ser bem alavancado com esta iniciativa que, não sendo nova, parece melhor estruturada.

Sou da opinião que mais medidas deveriam ser tomadas para valorizar o que é nosso. Tal como na gastronomia também devia apoiar-se o artesanato que cada vez mais vai desaparecendo com a renovação geracional. No entanto, e principalmente nas freguesias rurais, poderia constituir um factor de dinamização da economia local e criar postos de trabalho…certamente em maior escala do que construindo piscinas municipais.

Por isso já sabe, quer seja de Elvas, ou não, não perca a oportunidade de, até dia 20 de Novembro provar a riqueza do azeite e das azeitonas na nossa gastronomia.
Pode fazê-lo um pouco por todo o Concelho nos seguintes restaurantes : “A Bolota” (Terrugem), “A Coluna” (Elvas), “A Lareira” (Elvas), “Adega Regional” (Elvas), “Bar Novo” (São Vicente), “Casa Alentejo” (Varche), “Casa del Campo” (Varche), “Lusitânia” (Elvas), “Onofre” (Elvas), “Pompílio” (São Vicente), “Ponto Final” (Vila Boim) e “Taberna do Adro” (Vila Fernando).

São Mais Dualidades!!!
NP

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

O que fazer às poupanças

A propósito do momento em que todos vivemos, em que a palavra que mais se ouve é "crise", este fim-de-semana, enquanto fazia uma ronda pelos sites dos jornais, encontrei um artigo curioso que se encaixa bem nestes tempos. Para aqueles que ainda conseguem ter algumas economias de parte, qual a melhor forma das aplicar.
Um jornalista desse Jornal visitou os balcões dos principais bancos portugueses no papel de "cliente-mistério" para tentar perceber, segundo os vários bancos, qual a melhor forma de investir um bolo de 20 mil euros.

O dito jornalista deslocou-se a agências da Caixa Geral de Depósitos, Banco Espírito Santo, Millennium BCP, BPI e Santander na tentativa de saber quais os melhores produtos financeiros disponíveis para esse montante de 20 mil euros, investidos a médio prazo e com um rsico moderado.
Para cada um dos 5 bancos, as conclusões e recomendações foram as seguintes:

BES
No caso do BES as sugestões de investimento passaram por três produtos diferentes: o depósito 'Nova Conta CR'; uma aplicação em dívida sénior do próprio banco e em acções... do BES. "Os títulos do BES vão subir", sublinhou a funcionária.

Millennium BCP
O funcionário do BCP recomendou ao cliente-mistério a aplicação de uma parte dos 20 mil euros em acções do BCP. "Vale a pena porque as acções do BCP são as mais transaccionadas", garantiu o bancário.

CGD
A CGD sugeriu ao cliente-mistério o investimento em dois produtos com níveis de risco totalmente opostos: um depósito a prazo a três anos e acções da EDP. "As acções bateram no fundo e esta é uma boa altura para investir parte do capital", referiu o bancário.

BPI
Depósitos e um PPR foram as sugestões dadas pelo BPI. "Podemos negociar uma taxa bruta entre os 3% e os 4% ao ano. Mas se subscrever um PPR, com 250 euros, até podemos dar mais qualquer coisa", afirmou o funcionário.

Santander Totta
As recomendações do Santander Totta foram focadas apenas em produtos de poupança com capital garantido. Tendo por isso sugerido o investimento em dois depósitos a prazo do banco.

Olhando para os resultados deste mini-estudo às ofertas do mercado bancário português, na palavra dos seus 5 maiores representantes, conclui-se que de uma forma mais ou menos concensual as principais apostas apontam para os comuns depósitos a prazo e para a compra daquelas acções que teoricamente bateram no fundo.
Obviamente que cada um deles com um grau diferente de risco. Se por um lado os Depósitos a Prazo não apresentam qualquer risco (a não ser que o Banco encerre portas) a compra de acções já obriga a uma melhor capacidade de lidar com o risco. As acções podem mesmo já ter batido no fundo ou, pelo contrário, cavarem ainda mais um bocado o buraco.
Fica ao critério e perfil de cada um.

JP

domingo, 13 de novembro de 2011

As Escolhas dos Dualidades (#160)...especiais de aniversário!!!

Quis a ironia do calendário que o nosso 4º aniversário fosse assinalado num domingo, dia no Dualidades consagrado às escolhas musicais, uma das rubricas mais longevas deste nosso cantinho, mais concretamente há 160 semanas que é como quem diz há mais de três anosm, e que parece agradar a quem nos segue com alguma regularidade.

Por isso, em dia de festa não podemos descaracterizar o espírito e também vos propomos as nossas escolhas, obviamente direccionadas para a efeméride.

Dois estilos, duas opiniões, como sempre e mantendo-nos fiel à ideia que está na origem do nosso blog.

Dualidades JP

Dualidades NP

Resta deixar os agradecimentos a todos os que nos visitam e inter-agem connosco, dando opiniões e dando razão de ser a este espaço.

O dia é de comemorar, mas também de fazer votos que esta data possa ser comemorada por muito mais tempo!

São Mais Dualidades!!!
NP

sábado, 12 de novembro de 2011

Sugestão Dual (#93)


A sugestão desta semana não é uma, mas sim duas.
Para começar, aproveitanto a sugestsão de ontem do próprio Google alusiva à data de 11 de Novembro é para continuar a festejar o São Martinho.
Para aqueles que, como eu, ontem não tiveram oportunidade e meter os dentes numa castanha, sugiro-vos a desforra para hoje e atacar umas quantas.
Seja pela tradição, seja pelo próprio gosto de comer este fruto bem assado, aproveitem o fim-de-semana para isso.

A outra sugestão, como não podia deixar de ser, também está relacionada com uma data. Se o São Martinho se comemorou ontem, amanhã comemora-se o não menos importante 4º aniversário do Dualidades.
Os anos passam a correr e já faz amanhã 4 anos que começamos com a nossa escrita diária neste local da internet.

Se amanhã puderem juntem as duas coisas. Comam umas castanhas assadas, bebam uns copos a acompanhar e festejem connosco este aniversário.

Bom fim-de-semana.

JP

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Elvas perde 4 freguesias!

Depois de há umas semanas me ter pronunciado genericamente sobre o impacto do chamado Documento verde no concelho de Elvas, começam a surgir os primeiros dados concretos que me proponho discutir hoje convosco.

Ao que parece, e de acordo com os critérios definidos para o efeito, são quatro as freguesias elvenses que desaparecerão : Alcáçova; Ajuda, Salvador e Santo Ildefonso; Barbacena e Vila Fernando.

Dos quinze concelhos do distrito, Elvas será o mais penalizado, no entanto, era também dos que apresentava maior número de freguesias, mais até que a capital de distrito.
Portalegre contava com dez freguesias e também vê caírem duas : Alagoa e São Julião.

A partir da aplicação do referido documento, o concelho de Elvas contará apenas com sete freguesias das quais duas urbanas, Assunção e Caia e São Pedro, e cinco rurais, São Brás e São Lourenço, São Vicente e Ventosa, Santa Eulália, Terrugem e Vila Boim.

Não podemos esquecer que a situação não é nova, uma vez que em alterações administrativas anteriores esta realidade já se verificou.

Senão reparemos nos actuais nomes de algumas das nossas freguesias : Ajuda, Salvador e Santo Ildefonso. À data, a freguesia que todos conhecemos como una representou a fusão de três paróquias do concelho que se viram aglutinadas, tais como Caia e São Pedro, ou São Vicente e Ventosa. A verdade é que, mais de cem anos depois o concelho existe e os aglomerados populacionais também, com mais ou menos vitalidade.

As actuais alterações serão quase imperceptíveis no núcleo urbano tendo em conta que os serviços das juntas de freguesias são partilhados, apenas desaparecerão os dois presidentes, enquanto tal, bem como o staff que lhes está afecto, o que constituirá alguma poupança nos cofres do Estado.

A questão coloca-se nas freguesias rurais! Sendo dois núcleos populacionais em avançado estado de desertificação, o desaparecimento da junta de freguesia será uma importante machadada no que resta das suas dinâmicas sociais e económicas.

Confesso que ainda não percebi se as duas serão fundidas numa só ou serão integradas noutras freguesias, no entanto, seja qual for o cenário, o futuro de ambas está comprometido, apesar de todo o capital endógeno que ambas possuem e das características próprias que vão do artesanato à gastronomia…

Neste mundo global em que o dinheiro fala mais alto, vamos ficando mais pobres e perdendo a nossa identidade e o precioso legado que nos deixaram os nossos avós…

São Mais Dualidades!!!
NP

P.S. Não se esqueçam de visitar o nosso Dualidades no próximo domingo e trazerem o respectivo presente uma vez que é o nosso quarto aniversário!

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

À porta do Euro 2012

Mais uma vez temos de sofrer até mesmo ao fim e mais uma vez com a Bósnia no nosso caminho, a fazer-nos sofrer até mesmo ao último instante.
Depois de há 2 anos, na altura ainda sob o comando de Carlos Queiroz, a nossa Selecção ter tido a necessidade de disputar o play-off de qualificação para o então Mundial de 2010 na África do Sul contra a Selecção da Bósnia, em Novembro de 2011 a história repete-se e lá vamos nós novamente até à Bósnia tentar garantir um dos últimos lugares disponíveis para o Euro 2012.

Uma história a que já não vinhamos estando habituados tem-se alterado nestas duas ultimas qualificações para provas internaicionais.
Com a qualidade dos nossos jogadores e da nossa Selecção, as qualificações vinham a conseguir-se no "tempo regulamentar", sem necessidade de prolongamentos e jogos extra.
Ou a orientação da nossa Selecção tem vindo a perder qualidades ou então o probema está mesmo nos jogadores em funcionar como equipa.
Continuamos a ter jogadores espalhados pelas melhores equipas e campeonatos do mundo mas quando os juntamos e são chamados a funcionar como equipa, as coisas não funcionam pelo melhor.

E a verdade é esta. Quando já podiamos estar comodamente sentados no sofá à espera de futuros adversários, lá temos de sofrer por mais 2 jogos.
O primeiro deles, já na Sexta-feira, na Bósnia, para além do adversário, volta a repetir um outro elemento: o famoso estádio e, principalmente, o relvado onde se vai disputar o jogo.
Pelas imagens que temos visto na televisão, a qualidade do tapete verde em nada melhorou em relação há dois anos atrás. Talvez até o contrário. Talvez ainda pior.

A UEFA, quem em outras situações, até mesmo com clubes portugueses nas provas europeias, tão exigente se tem mostrado, desta vez parece que fechou os olhos por completo e insiste em não ver o estado do palco do jogo. Serão Dualidades de critérios...

Mas a verdade é que a nossa Selecção tem de conseguir viver com isso e fazer o que se espera deles: mostrar que são melhores e que têmqualidade para estar no próximo Europeu.
Todos assim esperamos.

JP

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Oito e Oitenta (#170)

Oito – Em tempo de crise proliferam as teorias do fatalismo

Se estiverem a ler este post é porque todos sobrevivemos à passagem de um asteróide a mais de 324 mil kms da terra, que é como quem diz, mais perto do que a lua.

A verdade é que a superstição tem ganho força nos últimos tempos num sem fim de profecias que talvez representem o escape a todas as frustrações que assolam a humanidade.

É já para sexta-feira que estão apontadas as baterias dos numerólogos, expectantes em relação às 11h11m do dia 11/11/11…dizem ser um número muito raro e “que pode indiciar a ocorrência de eventos não muito normais”.

A coincidência numérica que se repete a cada cem anos é interpretada por alguns como o “início de um humanismo renovado”, “a abertura de um portal para outra dimensão”, outros esperam um “canal de comunicação com o subconsciente”, alguns recordam ainda os acontecimentos terroristas ocorridos em dias 11 tanto nos Estados Unidos, como em Espanha ou até no Reino Unido.

A profecia de São Malaquias falava no apocalipse que aconteceria depois de existirem 112 Papas. Se fizeram a contabilidade concluirão que Bento XVI é o 111º.

Para todos os efeitos, e apesar da casualidade numérica, a próxima sexta-feira é dia de São Martinho. Se isto não der para o torto, e tal como se espera fôr um dia normal e corrente, não se esqueçam de comer umas boas castanhas assadas regadas com jeropiga ou outra bebida que seja do vosso agrado e reconforte corpo e alma.


Oitenta – Dualidades, quatro anos


O nosso Dualidades está prestes a completar quatro anos, atingindo uma longevidade que surpreende em primeira instância os seus próprios autores.

Ultimamente, e em virtude dos compromissos profissionais, temos estado mais ausentes do que o habitual, mas restituída a normalidade estamos a postos para celebrar com todos os que nos continuam a seguir o quarto ano de convívio e de troca de ideias.

A data oficial é no próximo domingo, mas a festa começa já hoje!!!

São Mais Dualidades!!!
NP

terça-feira, 8 de novembro de 2011

O que o turismo pode fazer por nós

Não tenho dúvidas nenhumas de que uma das peças fundamentais para conseguirmos sair desta crise que se arrasta e promete ainda arrastar pelo país durante bastante tempo é o turismo.
Uma grande ajuda para conseguirmos sair desta situação tem de passar necessariamente pelo turismo e pelo aproveitar das características únicas e belas que o nosso pequeno país tem.
O nosso país tem muita coisa que faz inveja a muitos outros e faz com que tanta gente por esse mundo fora adore visitar-nos.
Temos de ser capazes de rentabilizar tudo aquilo de belo que a natureza e os nossos antepassados nos deixaram e usar essa maravilhosa herança como uma importante alavanca para trazermos riqueza para o nosso país.

Se mais provas fossem necessárias para termos consciência do nosso património turístico natural e histórico, aqui temos mais uma.
Um prestigiado site internacional, o Lonely Planet, dedicado a viagens e turismo, escolheu a cidade berço da nossa nação, a lindíssima cidade de Guimarães, como uma das 10 cidades a visitar durante o ano e 2012.
Depois das cidades de Lisboa e no corrente ano Porto, que já haviam merecido iguais distinções, para o próximo ano, este site distinguiu Guimarães na cena do turismo internacional. A nossa cidade berço figura no lote das 10 cidades recomendadas para o ano de 2012.

"Guimarães surge no 6º posto do top ten das cidades com o carimbo Lonely Planet, ao lado de metrópoles como Londres, Estocolmo, Orlando e Hong Kong.
A cidade é referida como sendo 'impressionantemente bonita' e de 'cortar a respiração' e entre os locais a visitar, destaque para o centro histórico, mansões, palácios e castelo".

Graças a esta distinção, um responsável da Câmara Municipal de Guimarães refere que "nas últimas semanas a cidade tem sido visitada por jornalistas de todo o mundo e que, no próximo ano, espera-se o dobro dos turistas".
Diz ainda que "Guimarães recebe entre 700 a 800 mil visitantes anualmente e o nosso objectivo para 2012 é duplicar este número".
E termina concluindo que "Somos uma cidade média a nível nacional e pequena a nível mundial, mas é com distinções destas que Guimarães poderá cumprir um dos seus principais objectivos e dar escala mundial à área do turismo".

São exemplos destes que nos devem fazer perceber o valor daquilo que temos entre mãos e tudo aquilo que dele podemos retirar se tivermos a capacidade para o aproveitar.
Para terminar, apenas o top 10 das cidades escolhidas pelo Lonely Planet para o ano de 2012:

1. Londres, Reino Unido
2. Muscat, Oman
3. Bengaluru, Índia
4. Cádiz, Espanha
5. Estocolmo, Suécia
6. Guimarães, Portugal
7. Santiago, Chile
8. Hong Kong, China
9. Orlando, Estados Unidos
10. Darwin, Australia

JP

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

A Popota ataca outra vez

O primeiro-ministro grego demitiu-se...

Já em Itália, Berlusconi diz continuar, apesar da ameaça da ajuda externa deixar o país e toda a Europa em maus lençóis.

O projecto europeu desmorona-se como um castelo de cartas…Irlanda, Grécia, Portugal...e a seguir parece vir a Itália…veremos como se aguenta a vizinha Espanha já que não há fundos de resgate que resistam...

Enquanto isso, no pequeno rectângulo à beira-mar plantado, o grupo Sonae que não brinca em serviço, prevendo a contenção nas compras de natal causada pelos cortes nos subsídios de natal, e conhecendo o espírito consumidor dos portugueses, arrancou a quadra com um fim-de-semana de aposta na venda dos brinquedos.

Todos os que estão fidelizados através do famoso Cartão Continente receberam uma sms a informar que, nos dias 5 e 6 todos os brinquedos, excepto as bicicletas, consolas e respectivos jogos, beneficiavam de um desconto, nada mais nada menos que de…50%!!!!

E devem ter sido bem sucedidos.

A loja Continente de Elvas não é grande, tem talvez a dimensão indicada para a cidade, e não servirá de amostragem nacional, contudo, pelo que me foi possível observar, a adesão à campanha foi bastante.

Digamos que os gajos foram espertos.

Sabendo que em final de Novembro os portugueses vão sentir os cortes nos subsídios de natal, resolveram aproveitar o vencimento auferido em finais de Outubro, este sim pago por inteiro.

Claro que, o bom do tuga, em lugar de pensar em tentar amealhar, embarcou logo na promoção e toca de antecipar a compra dos brinquedos, muito satisfeitos pelo benefício do desconto.

Este país não tem emenda...o consumismo está-nos incutido!

Particularmente lamento decepcionar os senhores comerciantes mas este ano os presentes de natal já foram...

2012 perspectiva-se complicado e há que racionalizar os custos para não ter que abdicar daquilo que gostamos de fazer. Com conta peso e medida conseguiremos ir navegando por estes mares difíceis e adversos sem naufragar.

Isto está poético para início de semana...isto promete!!!!

São Mais Dualidades!!!
NP

domingo, 6 de novembro de 2011

As Escolhas dos Dualidades (#159)

Embora a previsão meteorológica para o dia de hoje apresente uma considerável melhoria comparativamente à do dia de ontem e já se consiga ver um sol sem chuva, vou pegar e reforçar a sugestão de ontem do NP.
Apesar dessa melhoria, as temperaturas mantêm-se "frescas" o que apela de uma forma bastante forte a ficar no conforto do sofá em frente à televisão, a preguiçar e a ver televisão. De preferência, com um bom filme no DVD.

Mas, e esta parte é muito importante, num dos intervalos do filme não se esqueçam de dar um saltinho aqui ao nosso Dualidades para ouvirem as duas músicas que hoje vos oferecemos.
Normalmente em estilos diferentes que reflectem os gostos necessariamente diferentes de quem as escolhe. Como diz o outro, são mais Dualidades.

E sem mais, porque é Domingo e decidiram vir até aqui, aqui vai música.

Dualidades NP

Dualidades JP

Bom Domingo.

JP

sábado, 5 de novembro de 2011

Sugestão Dual (#92)

O Outono chegou!

Depois do verão ter custado a despedir-se, a semana foi de temperaturas mais baixas e muita chuva. Pelo Alentejo, mais concretamente na zona de Elvas, os aguaceiros foram protagonistas, reparando numa semana a ausência de pluviosidade verificada em Setembro e Outubro.

Com a mudança da hora na madrugada do passado sábado, as condições estão reunidas para o ambiente bucólico habitual desta época.

Como a crise não dá tréguas e a poupança deve ser estimulada, a minha sugestão dual de hoje passa por um agradável e confortável fim-de-semana caseiro.

Gosto particularmente da sensação de ouvir chover lá fora quando estou tranquilamente em casa, confortavelmente instalada e sem necessidade de ter que sair.

Televisão, aquecimento, boa companhia...que mais se pode pedir?

Bom fim-de-semana!!!

São Mais Dualidades!!!
NP

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Há as crises de uns e as crises de outros

É a verdadeira tragédia grega para muitos, espalhados por toda essa Europa fora, mas para alguns poucos, seja sem intenção ou pelo contrário, muito bem pensado, a Grécia está a ser uma autêntica mina de ouro. Com uma grande vantagem. É que não foi preciso abrir nenhum buraco e cavar. Bastou aproveitar o buraco aberto por outros.

Nos últimos tempos (dias, semanas, meses, ...) tudo gira em torno da Europa, Grécia, economia, crise, líderes europeus, cimeiras, reuniões, telefonemas, Zona Euro, Sarkozy, Merkel, bolsas, bancos, Euro, pacotes de ajuda e austeridade e tem sido de uma autêntica palhaçada e parece coisa de amadores.
Como ouvi ontem o Presidente do Conselho de Administração do BCP, Santos Ferreira, dizer, mais coisa, menos coisa, há muito tempo que não se via tanta incompetência e passividade junta como se tem visto agora, dos ditos líderes europeus.
Aqueles que os europeus escolheram para nos governar andam num disse que disse e numa sequência de reuniões inócuas há meses e a única coisa que temos visto é a situação a piorar cada vez mais.

As cenas e as novelas europeias têm sido pródigas em episódio trágico cómicos. O último deles, e que mais uma vez conseguiu agitar tudo e todos e que apenas agradou aos ditos "mercados", veio, mais uma vez, da Grécia.
No meio do buraco em que estão metidos, sem dinheiro para pagar as necessidades básicas que garantem o funcionamento do país, alguém acordou um dia de manhã e lembrou-se de dizer que ia convocar um referendo para perguntar aos cidadãos se concordavam com as medidas de austeridade e os pacotes de ajuda do estrangeiro. Isso depois de terem recebido dinheiro da União Europeia e de lhes terem perdoado 50% da dívida.
Consequência imediata e mais que PREVISÍVEL para qualquer pessoa minimamente atenta: as bolsas europeias caem em queda livre. Como também é ÓBVIO, com as acções do bancos mais expostos à dívida grega a mandarem os trambolhões maiores.

Ontem, como se nada, o Ministro das Finanças grego disse no parlamento grego que a ideia do referendo não tem pernas para andar e morrerá à nascença.
Pois bem, como também não é muito difícil de imaginar, as bolsas reagem a este balão de ar de esperança e sobem, nem que seja por um dia ou dois.

Como comecei por dizer, estas notícias de "brincadeira" são ideais para que alguns poucos ganhem muito dinheiro com toda esta palhaçada. Seja sem intenção ou com toda a intenção do mundo, alguém que esteja a par e saiba com alguma antecedência deste tipo de notícias fabricadas tem em mãos a possibilidade de ficar rico de um dia para o outro, sem mexer uma palha. É tão simples quanto comprar uma boa quantia de acções quando estas acabam de cair num buraco por causa da ideia de um referendo inventado por alguém na noite anterior e vende-las passados uns dias, quando outro alguém diz que essa ideia de referendo não passa de uma divagação.
Basta conhecer as pessoas certas. A Europa continua na crise mas sempre enchemos os nossos bolsos.

JP

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

O século XXI ainda agora começou

Vivemos todos profundamente angustiados com a situação económico-financeira actual, não vendo saída possível para o momento que estamos a viver, parecendo agravar-se cada vez mais com as anunciadas subidas de impostos, cortes nas remunerações, etc...

Mas a verdade é que, caso não se verifique a catastrófica profecia de fim do mundo em Dezembro de 2012, a humanidade terá que reinventar alguns conceitos para poder continuar a viver neste mundo cada vez mais global.

Até há bem pouco tempo, nascia-se e morria-se com os meus paradigmas. Actualmente vivemos em vários deles durante o nosso percurso de vida que tem vindo a aumentar e assim parece querer continuar...

A sétima arte vai-nos proporcionando alguns exemplos daquilo que pode vir a ser a vida no futuro, e se na minha infância me desiludiram ao frustrar as expectativas criadas pela série Espaço 1999, hoje em dia não me espanta muito que a realidade do filme Minority Report esteja mais próxima do que pensamos.

Têm vindo a ser dados passos no sentido da partilha global de informação, do acesso a ela das mais variadas formas e cada vez com mais facilidade e comodidade.

A tecnologia renova-se de dia para dia, os utilitários oferecem novas funcionalidades, designs mais arrojados e rapidamente tornam obsoletos os anteriores. Já não se concebe o cinema sem ser em 3D, as interacções "touch" vieram para ficar.

Depois dos volumosos computadores, passamos para os portáteis e destes para um sem fim de ipads, tablets etc.

Novas realidades se avizinham...já se puseram a imaginar?

Deixo-vos um vídeo que encontrei no youtube e que pode ilustrar na perfeição como vai ser o nosso modo de vida daqui a um par de anos...



São Mais Dualidades!!!
NP

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Oito e Oitenta (#169)

Oito: a realidade

A realidade é aquela que durante a semana não tenho a mínima vontade de ver e que dá pelo nome de "A Casa dos Segredos".

Confesso que fui um fiel seguidor do primeiro Big Brother, ao ponto de fazer por tudo para não perder um diário. Confesso ainda que o segundo Big Brother ainda me suscitou algum interesse, embora não fizesse grande esforço para acompanhar ao dia as novidades. Se desse para ver, via. Se não desse, ninguém se chateava.
A partir daí, confesso mais uma vez que todos os Big Brothers que vieram a seguir, chamados com esse nome ou outro mais mascarado, fosse em que canal fosse, passaram-me ao lado. A novidade passou e o formato passou da validade.

Tudo isto para dizer que até há pouco tempo, a única coisa que sabia sobre "A Casa dos Segredos" é que estava a dar na TVI e a Teresa Guilherme tinha voltado do buraco onde se tinha metido para o apresentar. Mais nada.
Mas de há uns dias/semanas para cá a coisa mudou. O Youtube, alguns outros sites da internet e muitos emails que por aí circulam têm-me feito saber algumas coisas do que por lá se passa. E já que estamos numa de confissões, volto a confessar que me tenho rido bastante com o que de lá tenho visto.
Mas a parte do riso é apenas um dos lados da moeda. O outro lado diz-me que a TVI desta vez deve ter-se esforçado sobre maneira para encontrar os mais burros e os mais fodilhões. A guerra das audiências a isso obriga.
Os excertos que tenho visto pela internet e os "Best of" das tiradas que de lá saem são surreais. Os portugueses que enfiaram dentro daquela casa devem certamente ser a nata da burrice. Faz impressão tanta burrice concentrada em alguns metros quadrados.
Se aquilo fosse um programa de humor, eu tirava-lhe o chapéu. O problema é que não o é. O formato é outro e passa em horário nobre para miúdos e graúdos "aprenderem" o que de lá sai.


Oitenta: a ficção

Este é um dos casos em que a ficção é bem melhor que a realidade.
Há algumas semanas encontrei nos serões de Domingo, na RTP1, o "Estado de Graça". Este sim, um programa de humor, à base sketches que ridicularizam e ironizam sobre o nosso querido Portugal. Encarnados por 5 nomes consagrados do humor nacional, depois do Telejornal de Domingo, Maria Rueff, Manuel Marques, Ana Bola, Joaquim Monchique e Eduardo Madeira conseguem fazer-nos rir com as coisas que por norma nos dão vontade de chorar.

Se imaginação lhes faltasse, o já em cima referido "A Casa dos Segredos" dá-lhes um manancial de possibilidades por onde pegar e fazer-nos rir de uma ficção tão ridícula mas tão perto da realidade. Se a realidade só por si já é ridícula, nem seria preciso muita imaginação para dela fazer momentos de humor.
Vale bem mais uma "Casa do Degredos" que uma "Casa dos Segredos".
Uma boa despedida do fim-de-semana, para começarmos a semana um pouco mais bem dispostos.

É caso para dizer que valha-nos a ficção, porque á realidade de tão cómica que é, torna-se triste de ver.




Outros vídeos aqui e aqui.

JP